Morre na tarde desta Quinta-feira (14) Maria Onete conhecida popularmente como Nete de Léo

Por: José Milton ferreira

Maria Onete era natural de Aporá, filha de dona Cantídia e seu Dantas

Acajutiba hoje se despede com grande pesar de dona Nete, ou dona Nete de “seu” Léo como era popularmente conhecida.

Maria Onete era natural de Aporá, filha de dona Cantídia e seu Dantas. Dona Nete mudou-se para Acajutiba ainda recém casada, no último quarto da década de 1950. Aqui constituiu sua família e fez sua história. Era uma mulher incansável para o labor, uma excelente amiga, vizinha e cidadã.

Sempre atenciosa para com todos, conservava aquele hábito quase familiar da conversa preocupada com o próximo e, como boa conselheira sempre se dispunha de bons pareceres e ensinamentos. Era a mãe desassombrada de 10 filhos, a avó cuidadosa de outro tanto de netos e bisnetos, conservava a tradição da matriarca atenta e carinhosa.

CONTINUA DEPOIS DA PUBLICIDADE

Não raro era vê-la chegar em momentos cruciais como, falecimentos, doenças e convalescencias de conhecidos e se prontificar ao companheirismo, aos cuidados emergenciais e a palavra de solidariedade. Às gerações de 1960 até 1990 residentes no centro, indubitavelmente, todos a conheciam e dela recebeu o exemplo de dedicação, trabalho e fé.

É, sem dúvida, uma perda irreparável para a família e um vazio enorme que se abre na nossa sociedade.
D. Nete é dessas mulheres que podemos chamar, grande.

O corpo de dona Nete está sendo velado, em sua residência. O sepultamento será nesta sexta-feira (15), às 16h no Cemitério Municipal.