Wanderson Mota, o novo Lázaro, é achado morto em presídio de Goiás

Fonte: Correio24horas

Autoridades dizem que ele estava só na cela

Wanderson Mota Protácio, de 21 anos, que ficou conhecido como “novo Lázaro” após perseguição policia de quase uma semana em Goiás, foi achado morto nesta terça-feira (18) no presídio onde estava preso.

Segundo a Metrópoles, Wanderson estava no Núcleo de Custódia, no Complexo Prisional de Aparecida de Goiânia, uma unidade de segurança máxima do estado que fica na região metropolitana da capital.

O caso, inicialmente, é tratado como suicídio, informou a Diretoria Geral de Admnistração Penitenciária (DGAP). Wanderson foi achado com um lençol no pescoço. Uma perícia vai confirmar de fato o que aconteceu.

CONTINUA DEPOIS DA PUBLICIDADE

A diretoria diz que ele estava sozinho na cela. Por volta das 7h20 de hoje, quando a entrega do café da manhã iria acontecer, Wanderson não respondeu e não pegou a refeição. Os agentes entraram na cela e já o acharam morto.

Crimes
Wanderson matou a companheira, Raniere Aranha Figueiró, de 19 anos, e a filha dela, Gaysa Aranha Rocha de Souza, de 2 anos. Também matou um fazendeiro da região de Corumbá de Goiás. Os crimes aconteceram no final de novembro.

Depois, houve uma busca pelo suspeito que durou seis dias, lembrando o caso do baiano Lázaro, que também conseguiu escapar por vários dias depois de um crime na mesma região.

Wanderson foi preso em 4 de dezembro em Gameleira de Goiás, se entregando à polícia.