Polícia de Sergipe investiga acusado de tomar cinco doses de vacina

Fonte: G1 Sergipe

Caso foi denunciado pela Secretaria de Saúde da cidade de Aquidabã, a 104 quilômetros da capital Aracaju

Enquanto em todo o país há pessoas que não retornaram para tomar a segunda dose da vacina contra a Covid-19, em Sergipe um homem é investigado por ter tomado cinco aplicações do imunizante. O caso foi denunciado à Polícia Civil daquele estado pela Secretaria Municipal de Saúde de Aquidabã, a 104 quilômetros da capital Aracaju.

O secretário da Saúde de Aquidabã, Tony Maciel, disse que o homem teria sido vacinado com a primeira e a segunda doses da CoronaVac em março e abril, no município de Pirambu (SE). Já em maio e junho, ele teria recebido injeções das vacinas da Pfizer/BioNTech e Astrazeneca/Oxford, em Aracaju.A quinta dose, da Pfizer, foi recebida em Aquidabã.

CONTINUA DEPOIS DA PUBLICIDADE

“Quando os profissionais de saúde foram colocar os dados no sistema descobriram que o homem já havia tomado outras quatro vacinas”, explicou o secretário. Segundo o delegado Paulo Silva, um inquérito foi instaurado e as investigações estão em andamento. Ele relatou que a Secretaria do Estado da Saúde (SES) foi notificada, e o Ministério Público de Sergipe está acompanhando o caso.

Atualmente, o Programa Nacional de Imunizações prevê esquema vacinal com duas doses quando o imunizante for a CoronaVac ou os produtos da Pfizer e AstraZeneca. Apenas alguns grupos prioritários recebem a dose de reforço (terceira).

Já o secretário do município de Pirambu, Ivamilton Nascimento, afirmou que rastreamento no Código Nacional de Estabelecimento de Saúde (CNES) apontou que a vacinação não teria ocorrido na cidade, nem a imunizadora cadastrada pertence ao quadro do município. A Secretaria de Estado da Saúde (SES) ressaltou que as equipes de imunização dos municípios são responsáveis pelo cadastro das vacinações