Governo da Bahia amplia vigência e concessão de bolsa para famílias com filhos matriculados na rede estadual de ensino

Fonte: G1-Ba

Informação foi publicada no Diário Oficial do Estado (DOE), nesta quinta-feira (30).

O governo da Bahia ampliou a vigência e a concessão do Programa Bolsa Presença, com a implantação da segunda etapa, que terá início em outubro e término em dezembro de 2021. A informação foi publicada no Diário Oficial do Estado (DOE), nesta quinta-feira (30).

O Bolsa Presença destina R$ 150, por mês, para as famílias dos estudantes da rede estadual de ensino, cadastradas no CadÚnico e em condições de vulnerabilidade socioeconômica.

CONTINUA DEPOIS DA PUBLICIDADE

Segundo governo do estado, o objetivo do programa é estimular a permanência, no processo de aprendizagem escolar, dos estudantes da rede estadual, considerando as especificidades da educação contextualizada e inclusiva. A adesão ao programa será realizada pelo aluno, caso seja maior de idade, ou pelo responsável legal, mediante o preenchimento e assinatura de Termo de Compromisso na unidade escolar.

Até esta quinta-feira, já foram efetuados cinco créditos do Bolsa Presença, e o próximo está programado para o dia 10 de outubro. A previsão é atender 311 mil famílias de 357 mil estudantes.

O Bolsa Presença faz parte do Programa Estado Solidário e foi instituído pela Lei nº 14.310, de 24 de março de 2021.