Preço dos combustíveis está ‘defasado’ e reajuste é avaliado, diz Petrobras

Fonte: Bahia.ba

Apesar da possibilidade, presidente da estatal afirmou que não haverá mudanças na política de preços

O diretor executivo de Comercialização e Logística da Petrobras, Claudio Mastella, afirmou em entrevista coletiva nesta segunda-feira, 27, que os preços dos combustíveis estão “defasados em parte” e que a estatal está observando a necessidade de um novo reajuste nos preços.

CONTINUA DEPOIS DA PUBLICIDADE

Segundo a Associação Brasileira de Importadores de Combustíveis (Abicom), a defasagem nos preços da Petrobras chega a 14% no diesel — média de R$ 0,46 abaixo do preço de paridade de importação (PPI) — e 10% na gasolina — cerca de R$ 0,31 abaixo do preço no mercado internacional.

Apesar da defasagem, Joaquim Silva e Luna, atual presidente da Petrobras, afirmou que não haverá mudanças na política de preços adotada pela estatal.