Draco prende quarto envolvido na tentativa de homicídio de delegado de Sergipe

Fonte: Bahia Notícias

Hercos foi atingido após abordar três suspeitos de passar notas falsas em um estabelecimento comercial em Aracaju.

O quarto envolvido na tentativa de homicídio contra o delegado Marcelo Hercos, Sergipe, foi preso pelo Departamento de Combate e Repressão ao Crime Organizado (Draco), da Polícia Civil da Bahia. A participação dele foi identificada pelas investigações do Centro de Operações Policiais Especiais (Cope), da Polícia Civil de Sergipe, com o apoio da perícia daquele estado. A prisão ocorreu nesta sexta-feira (24), em Salvador.

Hercos foi atingido após abordar três suspeitos de passar notas falsas em um estabelecimento comercial em Aracaju. As prisões preventivas dele e também do autor dos disparos foram decretadas no Plantão Judiciário entre a quarta (22) e a quinta-feira (23).

O delegado Dernival Eloi, do Cope, destacou a participação essencial do Draco. “Desde que identificamos que os autores eram da Bahia, o diretor do Draco, José Bezerra, colocou-se à disposição e fez várias diligências que ajudaram nas prisões”, enfatizou.

CONTINUA DEPOIS DA PUBLICIDADE

Segundo o apurado nas investigações, o homem preso nesta sexta foi o responsável por alugar o veículo utilizado na investida criminosa. Ele já foi preso por tráfico de drogas, apropriação indébita de veículo locado e violência doméstica.

Ainda conforme o procedimento investigativo, que vem sendo conduzido pelo Centro de Operações Policiais Especiais (Cope), o suspeito faz parte do grupo e é responsável por alugar veículos de locadoras e não devolvê-los.

A partir daí, o grupo registrava falsos boletins de ocorrência sobre furto ou roubo. Os veículos eram utilizados nos crimes de estelionato.

O Cope apurou que, ainda na noite do crime, o suspeito procurou uma delegacia de Salvador, onde registrou o falso boletim de ocorrência sobre furto ou roubo do carro usado na ação. A Polícia Civil de Sergipe está em tratativas com os órgãos de segurança pública da Bahia para o recambiamento do homem para Aracaju.