Acusado de aleijar e matar companheira é condenado a 12 anos de prisão

Fonte: Correio24horas

A vítima ficou tetraplégica por conta de um tiro no pescoço e morreu após complicações

Em sessão no Tribunal do Júri de Feira de Santana, nesta quinta-feira (02), Luiz Carlos Teixeira Vieira, conhecido Bindo, foi condenado a 12 anos de reclusão no Conjunto Penal do município. Ele foi acusado de atirar na companheira, Jaiane Bispo dos Santos, deixando-a tetraplégica, Após complicações, ela acabou falecendo.

O caso aconteceu no dia 22 de Janeiro de 2017, na Fazenda Poções no distrito de Humildes.

De acordo com a denúncia do Ministério Público, no dia do ocorrido, Jaiane encontrava-se dentro da sua casa, junto ao filho do casal, de 3 anos, e, após uma discussão por motivos de ciúmes, Luíz Carlos entrou no quarto e foi até a sala segurando um revólver momento em que a vítima falou “Você não está louco de fazer nada comigo”.

CONTINUA DEPOIS DA PUBLICIDADE

Ela então se levantou do sofá e foi surpreendida por um disparo no braço direito. Tentando se defender, pegou seu filho e foi em direção a porta, destrancando-a, quando foi feito o segundo disparo, desta vez atingindo o pescoço de Jaiane.

Segundo o Acorda Cidade, a vítima foi socorrida para um hospital, onde constatou-se a tetraplegia. O seu quadro de saúde, no entanto, foi se agravando e ela precisou ser novamente internada. Ela acabou indo à óbito no dia 2 de março de 2018.

Até o dia do julgamento, Luiz Carlos permaneceu preso. Ele foi inicialmente autuado por tentativa de homicídio e, após a morte de Jaiane, o processo foi modificado para homicídio.