Guerra de PM contra facções criminosas deixa sete mortos e três presos em dois bairros de Salvador

Fonte: Aratu Online

No bairro de Valéria, ocupado pela polícia há mais de uma semana por conta dos constantes tiroteios ocorridos na região

Sete criminosos morreram em confronto com a Polícia Militar neste final de semana em Salvador. Quatro deles, segundo a Secretaria de Segurança Pública, faziam parte de um grupo formado por 15 suspeitos que portavam armas de fogo no bairro da Cidade Nova. Eles foram denunciados e realizaram disparos na chegada dos PMs, ao local.

Esta ação aconteceu na tarde de sábado (21/8), na Avenida Serrão, próxima ao Cemitério Quinta dos Lázaros, onde guarnições da Companhia Independente de Policiamento Tático (CIPT/Rondesp BTS) estiveram com o apoio da 37ª Companhia Independente da Polícia Militar (CIPM/Liberdade) e do Grupamento Aéreo (Graer).

Quatro revólveres calibre 38, um rádio comunicador e munições foram apreendidos, durante o confronto. Os suspeitos chegaram a ser socorridos para o Hospital Geral Ernesto Simões Filho, mas não resistiram aos ferimentos. Além das armas, 17 cartuchos, munições, drogas e três celulares foram encontrados.

A ocorrência foi registrada na Corregedoria da PM.

“VALÉRIA EM PAZ”

CONTINUA DEPOIS DA PUBLICIDADE

No bairro de Valéria, ocupado pela polícia há mais de uma semana por conta dos constantes tiroteios ocorridos na região, seis integrantes da Katiara e BDM – que duelam na área – foram localizados, no início da manhã de domingo (22/8), por equipes da Companhia de Patrulhamento Tático Móvel (Patamo) do Batalhão de Choque da PM e da Rondesp Central, após o levantamento de denúncias anônimas, durante a operação “Valéria em Paz”.

De acordo com a SSP-BA, as equipes seguiam com o trabalho de contenção quando receberam informações sobre três homens que fugiram do bairro e se escondiam dentro de uma casa no bairro de Cajazeiras. No local, os PMs encontraram o trio, um deles ferido com um tiro, e apreenderam duas submetralhadoras, calibre 9 milímetros e drogas.

“Eles nos informaram que eram da localidade conhecida como Lavrador, em Valéria, e que outros comparsas estariam lá com mais armas. Conduzimos os três para o DHPP e demos continuidade com as buscas pelos outros homens”, disse o comandante do Batalhão de Choque, tenente coronel Wildon Teixeira.

Com as novas informações, guarnições que integram a “Operação Grifo” – que visa intensificar o combate ao tráfico de drogas e organizações criminosas – seguiram para o local indicado, sendo recebidos com tiros por cerca de 20 criminosos. No confronto, três homens foram atingidos, levados para o Hospital do Subúrbio, mas não resistiram.

Na ação os policiais apreenderam, além das submetralhadoras, duas pistolas, um revólver calibre 38, um rifle de airsoft, dois rádios comunicadores, 85 munições de diferentes numerações, sete uniformes camuflados, um colete balístico, 144 trouxinhas de maconha e 127 de cocaína, um saco com tubos vazios para embalar o pó, além de sete celulares e R$ 56. O material também foi encaminhado para o DHPP.