Caso Atakarejo: operação policial prende suspeito de descartar corpos de tio e sobrinho mortos

Fonte: Bahia.ba

Segundo a SSP, suspeito preso foi responsável por colocar corpos de Bruno e Yan Barros no porta-malas de um carro

Um homem foi detido por mandado de prisão na 2ª fase da Operação Retomada, que investiga as mortes de Bruno e Yan Barros, tio e sobrinho que furtaram carnes no supermercado Atakarejo, em Salvador. O suspeito foi encontrado no Nordeste de Amaralina, nesta quarta-feira (30).

Segundo a Secretaria de Segurança Pública da Bahia (SSP-BA), ele foi o responsável por “descartar” os corpos, no dia 26 de abril deste ano. Além disso, o homem também é suspeito de traficar drogas na região do Nordeste.

CONTINUA DEPOIS DA PUBLICIDADE

O suspeito ainda não teve identidade divulgada pela polícia. Depois de torturados e assassinados, os corpos de Bruno e Yan Barros foram colocados no porta-malas de um carro que foi abandonado na localidade da Polêmica.

A SSP detalhou ainda que o carro havia sido roubado cinco dias antes de ser localizado e estava com uma placa clonada.