Mata de São João é mais uma cidade baiana a proibir fogueiras

Fonte Correio24horas

É o segundo ano seguido que cidade faz orientação para o período junino

Pelo segundo ano seguido, a prefeitura de Mata de São João decidiu proibir a montagem e acendimento de fogueiras na cidade durante o período junino. A decisão tem como objetivo prevenir que sintomas da covid-19 sejam agravados pela fumaça das fogueiras, além de inibir que as pessoas saiam às ruas para festejos, segundo a prefeitura.

A medida foi publicada em Decreto Oficial, no último dia 14. Além de Mata de São João, outros municípios baianos também aderiram à proibição, seguindo recomendação do Ministério Público do Estado da Bahia (MPBA).

CONTINUA DEPOIS DA PUBLICIDADE

Com cerca de 60 casos ativos por covid-19 no município – destes 50 estão em tratamento domiciliar -, Mata de São João celebra uma pequena queda nesse número com relação ao último mês. “Chegamos a ter durante essa segunda onda, nesse período mais crítico, cerca de 180 casos ativos e hoje a gente está conseguindo ter uma média de 40, no máximo 50 casos ativos”, relata a prefeitura. Para manter-se nesses níveis, a cidade também não realizará as tradicionais festas juninas.

O decreto também prorroga o toque de recolher até o dia 21 de junho. Bares, restaurantes e comércio fecharão às 22h.