Aulas devem voltar quando taxa de ocupação de UTI estiver abaixo de 80%

Fonte Correio24horas

Segundo Rui Costa, número de contaminados ativos deve estar em 8 mil para retomada

Em coletiva na manhã desta segunda-feira (14), o governador Rui Costa afirmou que não vai esperar que pelo menos 75% da população esteja vacinada para retornar com as aulas presenciais na rede estadual de educação. Segundo ele, os principais indicadores para decidir quando as aulas retornarão são o número de ocupação de leitos de UTI e o contigente de casos ativos no estado. Se os dois caírem nos próximos meses, as aulas voltam.

“Eu não vou esperar ter 75% da população vacinada, vamos ter aulas antes. Assim que baixar a taxa de ocupação e o número de contaminados, nós vamos voltar com as aulas, não dá mais pra esperar”, declarou.

CONTINUA DEPOIS DA PUBLICIDADE

Perguntado sobre os números que o Governo tem como objetivo para ver como seguro um retorno às aulas presenciais, Rui disse que a meta já está estabelecida.

“A ideia é que, se a gente conseguir voltar para um patamar de 8 ou 10 mil casos ativos e com uma ocupação abaixo dos 80%, tendo números estáveis. Não é um dia com 79% e outro com 80%. Só se a gente conseguir ficar uma semana inteira com os indicadores no patamar desejado, mas os dois números têm que cair juntos”, explicou.

Encosta em Praia Grande
As afirmações do governador foram dadas durante um ato da inauguração de contenção de encosta localizada na altura da Rua Amazonas, no bairro de Praia Grande, no Subúrbio Ferroviário de Salvador. A obra foi conduzida pela Conder, empresa vinculada à Secretaria de Desenvolvimento Urbano do Estado (Sedur).