Suspeito de participar da morte de policial civil na Bahia é preso em Salvador; homem estava com tornozeleira eletrônica

Fonte: G1 BAHIA

Prisão ocorreu na noite desta sexta-feira (16), no bairro da Soledade, na capital baiana; outros quatro suspeitos são procurados. Crime aconteceu na noite de segunda-feira (12), no bairro Santa Mônica

Um homem suspeito de envolvimento na morte do policial civil Joel dos Santos de Jesus, de 49 anos, foi preso nesta sexta-feira (16), no bairro da Soledade, em Salvador. A informação é da Polícia Civil.

Joel foi morto a tiros durante um assalto na última segunda-feira (12), no bairro de Santa Mônica, também na capital baiana.

De acordo com a diretora do Departamento de Homicídios e Proteção à Pessoa (DHPP), delegada Andréa Ribeiro, o homem foi responsável por ajudar na fuga de outros quatro comparsas, envolvidos no crime e que são procurados. A delegada informou ainda que o suspeito preso já tem passagens por tráfico e usa tornozeleira eletrônica.

O suspeito do crime confessou a participação no latrocínio, foi autuado por tráfico de drogas e porte ilegal de arma e munições. Com ele foram encontradas uma pistola calibre ponto 40, 28 munições, R$ 127 em espécie, um celular e um relógio roubado.

Durante a prisão do suspeito, outro homem foi flagrado com 48 porções de maconha. Ele vai responder por tráfico de drogas e não tem relação com a morte do policial.

As investigações continuam para identificar e localizar os demais envolvidos na morte de Joel dos Santos.

A prisão ocorreu em uma ação integrada dos Departamentos de Polícia Metropolitana (Depom), de Homicídios e Proteção à Pessoa (DHPP), de Crimes Contra o Patrimônio (DCCP), e da Coordenação de Polícia Interestadual (Polinter).

Os dois homens estão à disposição do Poder Judiciário e devem passar pela audiência de custódia. O material apreendido com eles será encaminhado para a perícia, no Departamento de Polícia Técnica (DPT). Augusto Eustáquio, delegado do Depom, que participou da ação, informou que já foi solicitado à Justiça a conversão do flagrante em prisão preventiva para o homem suspeito de matar o policial.

CONTINUA DEPOIS DA PUBLICIDADE

Crime

[Assista ao vídeo acima]

Através das imagens é possível notar quando o carro se aproxima de onde a vítima está e dois homens saem do veículo. Uma mulher que estava próxima à vítima corre ao ver os homens deixarem o carro.

De acordo com o Sindicato dos Policiais Civis da Bahia (Sindipoc), o crime aconteceu em uma lanchonete. Os criminosos teriam percebido que Joel era policial e atiraram nele. O sindicato disse ainda que outro colega de Joel, que também é policial e estava no local, atirou contra os assaltantes, mas ainda assim eles conseguiram fugir.

Ainda por meio das imagens da câmera de segurança, é possível ver um dos assaltantes entrar no carro, já o outro se joga no capô do veículo para conseguir deixar o local após o crime.

Segundo o Sindpoc, Joel era lotado no Departamento de Polícia Metropolitana (Depom).

Homem é baleado e morre no bairro da Santa Mônica; sindicato diz que vítima era policial civil — Foto: Reprodução/Redes Sociais